Os cuidados dermatológicos que transformam o seu dia a dia

Por que razão o eczema altera a barreira cutânea?

A barreira cutânea protege contra as agressões externas. Quando somos atingidos pelo eczema, a película hidrolipídica que cobre a epiderme é alterada. As duas principais causas são as seguintes.
  • eczema-altere-barriere-cutanee

A alteração da barreira cutânea

A barreira cutânea, designada também por camada mais superficial da pele, protege contra as agressões externas (temperatura, UV, alergénios, bactérias, poluição, etc.). Quando somos atingidos pelo eczema, a película hidrolipídica que cobre a epiderme é alterada. Esta alteração tem origem em duas causas principais:
  • Uma origem genética: No caso da dermatite atópica, haverá um défice de uma proteína chave, designada por filagrina. A sua função na camada córnea é contribuir para as funções de proteção*.
  • Uma origem ambiental: Um desequilíbrio em termos de água ou lípidos pode tornar a pele permeável aos alergénios e irritantes.

Como preservar a barreira cutânea?

No caso do eczema, é importante preservar a barreira cutânea. Para o efeito, é necessário promover a hidratação com cremes ou bálsamos emolientes reparadores. Tanto quanto possível, é necessário limitar o contacto repetido com irritantes e produtos não adaptados.

No que respeita à higiene do corpo, por exemplo, é fundamental não agredir a pele, pelo que é necessário respeitar o seu pH (o pH da pele é de 5,5). Para o efeito, aprenda a ler as etiquetas: um produto que indique um pH neutro será de 7, não sendo conveniente a uma pele frágil. Para uma higiene suave, os produtos com pH fisiológico (que tem um pH de 5,5) são especialmente adaptados à sua pele.

* Palmer CN, Irvine AD, Terron-Kwiatkowski A, et al. Common loss-of-function variants of the epidermal barrier protein filaggrin are a major predisposing factor for atopic dermatitis. Nat Genet 2006;38:441-6.
0
Ainda sem votos
AVALIE ESTE ARTIGO >