Os cuidados dermatológicos que melhoram o seu dia a dia

Viver com eczema no dia a dia

O eczema é uma doença de pele que afeta a qualidade de vida, da mesma forma que a diabetes ou a asma. Para conseguir viver com eczema no dia to dia, é necessário passar por uma fase de aceitação e, acima de tudo, compreender muito bem a doença. Descubra tudo o que precisa de saber.

Eczema: tem cura?

O eczema é uma doença crónica que alterna entre surtos de agravamento e períodos de remissão. É impossível prever como a doença progredirá ao longo do tempo: poderá melhorar ou desaparecer por completo após alguns anos. No entanto, também pode durar a vida toda ou manifestar-se novamente depois de alguns anos em remissão.

Que creme/pomada deverei usar para tratar o eczema?

É essencial que consiga tratar um surto de eczema assim que surge. O tratamento base envolve a utilização de vários cremes, que o doente aprenderá gradualmente a aplicar. Os corticosteroides tópicos e os dispositivos médicos, como os cremes reparadores e calmantes, são aplicados sobre as placas vermelhas, enquanto o emoliente é utilizado em todas as outras zonas, em particular nas áreas mais secas da pele. Há muitos cremes para o eczema disponíveis no mercado, portanto, poderá precisar de testar vários diferentes antes de encontrar o tratamento mais adequado para si e que conseguirá aplicar diariamente sem demasiada dificuldade.

Eczema: como aliviar o prurido

De uma forma geral, é possível aliviar o prurido com o tratamento, mas poderá persistir, levando o doente a coçar-se e contribuindo para prolongar a duração das lesões do eczema. Toda a gente tem a sua própria técnica para aliviar o prurido e pôr fim ao círculo vicioso: os tratamentos com aplicação de frio em todas as suas formas (água termal, pedras, as costas de uma colher, etc.) funcionam bem, pois “anestesiam” as placas de eczema e, consequentemente, reduzem a comichão. Novamente, cada indivíduo deverá experimentar as diversas técnicas e escolher a melhor solução para si.

Eczema: que rotinas diárias deverá adotar?

Quando o eczema surge, afeta todas as áreas da sua vida diária. As famílias são incentivadas a adotar hábitos diários adequados, sendo que estes deverão tornar-se verdadeiras rotinas. Em primeiro lugar, é importante habituar-se a aplicar o tratamento. Tirar alguns minutos todos os dias para aplicar corretamente os cremes no bebé será a melhor forma de controlar a doença. Em relação a tudo o resto, há dicas simples úteis para todas as áreas da vida diária: limpeza, vestir, lazer, férias, etc.

Que detergentes devem ser usados pelos doentes com eczema?

Lavar a roupa é um aspeto importante da vida familiar diária. No entanto, note: não precisa de testar mil tipos diferentes de detergente! Ou comprar a marca mais cara... Esta é uma reação típica das famílias que vivem com eczema, apesar do facto de a doença raramente ser causada por um detergente.

Que hábitos têm de ser evitados quando se sofre de eczema?

Por outro lado, há determinados hábitos que devem ser completamente evitados quando se sofre de eczema. Por exemplo, coçar as lesões do eczema é completamente desaconselhado, pois isso pode prolongar a sua duração, agravá-las e até infetá-las.

Eczema: como prevenir os surtos?

“A prevenção é melhor do que a cura": é quase sempre preferível prevenir os surtos de eczema e evitá-los. O melhor método de prevenção é cumprir o tratamento e evitar todos os fatores desencadeadores identificados, tanto quanto possível.

Eczema: que alimentos deve ingerir?

A alimentação está muitas vezes implicada como fator causal do eczema. No entanto, o eczema não é uma alergia alimentar! A alimentação está envolvida apenas numa pequena percentagem dos casos e, mesmo quando é um fator causal, não deve levar à adoção de uma dieta restritiva sem aconselhamento médico prévio. Com exceção dos casos de alergias alimentares identificadas durante testes específicos efetuados por um alergologista, deve permitir-se que a criança ou o adulto comam qualquer alimento, em quantidades razoáveis.

Todos os casos

Os doentes com eczema necessitam de se sentir confiantes para falar sobre a doença, sobre o que os preocupa e sobre as suas dúvidas. Ao longo do tempo, poderão sentir-se frustrados com a doença e os tratamentos: ficam fartos do eczema, dos cremes e por terem de ter cuidado com isto ou de evitar aquilo...

É essencial ter uma boa relação com o dermatologista que está a tratar a doença. Há outros profissionais de saúde que podem ser particularmente úteis: farmacêuticos, médicos de família, psicólogos, etc. Muitas vezes, os familiares e amigos querem ajudar, mas nem sempre têm noção dos problemas enfrentados diariamente.

Viver com eczema no dia to dia consiste em aprender a lidar com os olhares das outras pessoas, não sentir medo nem vergonha e sentir orgulho na pessoa que é. O eczema não deve impedir o doente de sair, encontrar novas pessoas, sentir-se atraente para outros, usar aquilo que deseja... ou, simplesmente, de viver a sua vida.