Os cuidados dermatológicos que melhoram o seu dia a dia

A psoríase infantil

A psoríase é muitas vezes apresentada como uma doença de pele do adulto, ao contrario do eczema (ou dermatite atópica) que é uma doença de pele da criança. Não é verdade! A psoríase pode se manifestar a qualquer idade e nomeadamente na infância.

A psoríase pode aparecer desde a infância

​A psoríase do bebé

A psoríase do bebé é uma forma muito particular de psoríase inversa, com placas muito vermelhas e muito inflamatórias em toda a pele situada devido às fraldas, daí o termo de “psoríase das fraldas”. A psoríase da criança corresponde essencialmente à psoríase gutata, embora as outras formas de psoríase também se possam desenvolver. A psoríase infantil pode afetar todas as partes do corpo, como por exemplo o couro cabeludo, como se as famosas “crostas de leite” do bebé persistissem ao longo do tempo. 

Como aliviar o prurido relacionado à psoríase?

As comichões representam um problema crucial pois uma criança tem mais dificuldade em conter a coceira do que um adulto. Acontece que, ao coçar as lesões, atrasa-se a cura e corre-se o risco de provocar cicatrizes, o que a psoríase não provoca habitualmente. Para remediar esta situação,
  • pensar em cortar bem as unhas e a ocupar as mãos das crianças em período de crise: bola antistress, desenho, música, dança…
  • Aplicar algo frio (a parte de trás da colher, pulverizador de água fria ou de água termal …) nas placas que  permite acalmar imediatamente a criança.  

Como tratar a psoríase infantil?

  • Na criança pequena com psoríase, são privilegiados os tratamentos locais.
  • Nas crianças maiores e nos adolescentes, os tratamentos orais ou mesmo injetáveis podem ser utilizados, mas devem ser particularmente acompanhados por equipas especializadas em dermatologia pediátrica.
Qualquer que seja o tratamento, nunca deve ser imposto à criança, mas realmente escolhido com ela, tendo em conta a sua percepção com relação com a sua doença. A limpeza da pele deve ser quotidiana, mas às vezes é difícil fazer com que a criança com psoríase compreenda isso, sobretudo quando a crise já passou e a doença já não existe aos seus olhos. Os pais podem mostrar o caminho, por exemplo aplicando também um creme hidratante de noite após o duche.  

Nossas rotinas de cuidado

 
A minha rotina anticaspa P.S.O

Ação em placas de caspa seca com vermelhidão e prurido

Teste esta rotina A minha rotina anticaspa P.S.O > Ver a minha rotina

 
A minha rotina anti-películas P.S.O

Ação no couro cabeludo com tendência a psoríase

Teste esta rotina A minha rotina anti-películas P.S.O > Ver a minha rotina
Ver todas as rotinas de cuidados