Os cuidados dermatológicos que melhoram o seu dia a dia

Os tratamentos medicamentosos para lutar contra a psoríase

Quando os tratamentos locais (cremes, pomadas, loções…) não são suficientes, o dermatologista pode propor um tratamento medicamentoso à base de comprimidos. Isto acontece frequentemente, quando a psoríase é extensa.

Medicamentos diferentes

tratamento oral da psoríase, é na maioria das vezes numa das quatro moléculas seguintes: 

O metotrexato

Este medicamento limita a proliferação celular.É utilizado há vários anos para tratar a psoríase, e existe na forma de comprimidos ou de injeções. Atenção! Este tratamento tem a particularidade de ser tomado uma vez por semana e não uma vez por dia. Pode ser previsto sozinho ou em associação com uma bioterapia. Efeitos indesejáveis são possíveis, como por exemplo o cansaço, os distúrbios digestivos, as aftas, a queda de cabelo… Efeitos mais severos como um acometimento hepático são prevenidos por um acompanhamento regular. 

A ciclosporina

Este medicamento é um imunossupressor, regularmente utilizado em caso de transplante de órgãos. A ciclosporina não pode ser prevista em longo prazo devido a certos efeitos indesejáveis e nomeadamente de uma grande toxicidade renal. Por outro lado,é um tratamento de um ou dois anos que  pode permitir passar uma etapa inflamatória e limitar a atividade da psoríase. 

A acitretina

Esta molécula age de forma a normalizar atividade dos queratinócitos. A sua utilização é muito controlada, nomeadamente na mulher jovem em idade de procriar devido ao seu caráter teratogénico. Uma contracepção eficaz e um acompanhamento de perto são necessários. Os efeitos indesejáveis mais frequentemente observados são do tipo cutaneomucoso: secura da pele e dos lábios, fragilidade das unhas e dos cabelos… A utilização diária de cuidados hidratantes e reparadores é recomendada. 

O apremilaste

Este medicamento recente age sobre os processos inflamatórios. É bem tolerado, fora alguns distúrbios digestivos. Distúrbios do humor são possíveis, são raros, mas potencialmente graves.  

As investigações continuam, no intuito de comercializar outros medicamentos para o tratamento da psoríase. 

Nossas rotinas de cuidado

 
A minha rotina anticaspa P.S.O

Ação em placas de caspa seca com vermelhidão e prurido

Teste esta rotina A minha rotina anticaspa P.S.O > Ver a minha rotina

 
A minha rotina anti-películas P.S.O

Ação no couro cabeludo com tendência a psoríase

Teste esta rotina A minha rotina anti-películas P.S.O > Ver a minha rotina
Ver todas as rotinas de cuidados