Os cuidados dermatológicos que melhoram o seu dia a dia

Os implantes capilares

Se o transplante de cabelo é uma solução dispendiosa que pode às vezes assustar, trata-se também da maneira mais duradoura e eficaz de combater a alopécia androgenética.

Queda de cabelo: transplante e implantes capilares, uma técnica que seduz… as mulheres

Em termos de cuidado para queda de cabelo, você já experimentou tudo? Os resultados esperados não foram obtidos? A transplantação ou transplante capilar representa uma alternativa terapêutica que permite aos pacientes afetados pela alopécia androgenética, de recuperar de forma duradoura a densidade capilar perdida. É importante de qualquer forma saber que os resultados dependem do número de cabelos transplantados em relação à região a cobrir, da qualidade dos cabelos (nomeadamente de sua cor e do seu calibre) e das características da região receptora.

Desde alguns anos, os implantes capilares se tornaram frequentes nas mulheres. Quando até pouco tempo atrás, eram sobretudo os homens que recorriam a esta técnica da última chance para cobrir as zonas desguarnecidas do crânio e lutar contra a alopécia. O número de intervenções de transplante de cabelo feminino por causa da alopécia androgenética (29 a 42% das mulheres seriam afetadas ao longo da vida por este tipo de queda *), teria mesmo triplicado desde 2004. Vários elementos da vida podem ajudar a tomar essa decisão: um profundo sofrimento psicoemocional, mas também verdadeiras dificuldades nomeadamente para se pentear.

Os diferentes tipos de implantes capilares para lutar contra a alopécia

O transplante de cabelo é um procedimento cirúrgico realizado sob anestesia local por médicos ou cirurgiões especializados em medicina estética. Existem duas principais técnicas que permitem, cada uma delas, solucionar alopécias androgenéticas extensas ou pequenas alopécias localizadas.

  • O transplante de cabelo por tiras para as alopécias maiores. O princípio: remover, na zona guarnecida de cabelo, tiras que podem ter até uma dezena de centímetros de comprimento e reimplantar esses enxertos nas zonas desguarnecidas. É preciso contar 2 a 3 horas de operação: 1500 implantes podem ser extraídos, ou seja 3000 a 5000 cabelos. O resultado é definitivo em 8 meses.
  • A extração folicular ou FUE (para Follicular Unit Extração) para as pequenas e médias alopécias. As sessões são mais curtas, permitindo implantar menos cabelos e o pós-operatório é também menos doloroso. O princípio: raspar a zona doadora de cabelo, retirar os enxertos e depois reimplanta-los diretamente um por um com uma agulha ou uma lâmina.

* Fonte: Blume-Peytavi e al., 2011; Norwood, 1975

Nossas rotinas de cuidado

 
A minha rotina antiqueda de cabelo Mulher (menos de 6 meses)

Ação sobre a queda de cabelo ocasional (causas: stress, fadiga, pós-parto, mudança de estação….)

Teste esta rotina A minha rotina antiqueda de cabelo Mulher (menos de 6 meses) > Ver a minha rotina
Ver todas as rotinas de cuidados