Os cuidados dermatológicos que melhoram o seu dia a dia

Saber tudo sobre a queda de cabelo sazonal

Não é raro constatar uma queda de cabelo na chegada do outono e da primavera. Neste caso, fala-se de queda de cabelo sazonal. De onde vem e como reagir? Esclarecimento

Mudança de estação e queda de cabelo ocasional: quais as ligações?

No outono, as árvores perdem as suas folhas e as flores cedem o seu lugar a novas flores que aparecerão na primavera. O ciclo da vida vegetal possui muitas semelhanças com o ciclo de vida do cabelo. Este último é resultante de três fases bem definidas (anágena, catágena e telógena) durante as quais o cabelo cresce, persiste, regride e depois cai. Assim, é perfeitamente normal perder entre 25 e 60 cabelos por dia. No entanto, às vezes, na chegada do outono, acontece que a queda é maior. A causa? Uma falta de luminosidade flagrante que age sobre as hormonas e, por conseguinte, diretamente sobre o crescimento do cabelo. Esta queda de cabelo reacional é cientificamente chamada “eflúvio telógeno agudo”, a forma mais frequente de queda de cabelo difusa. A proporção de cabelo em fase anágena passa então a 70% (contra 85% fisiologicamente) enquanto a proporção em fase telógena (de queda) aumenta de 30% (contra menos de 10% fisiologicamente). A queda de cabelo pode atingir 300 cabelos por dia. A queda de cabelo sazonal também pode ser encorajada pelo stress e a fadiga acumulada que ocorre geralmente nesse período, como também por uma mudança de regime.
 

Queda de cabelo sazonal: como lutar?

A queda de cabelo sazonal pode acontecer a qualquer momento, mesmo que nunca tenha sido afetado antes. Certos gestos simples do quotidiano já podem ajudar a travar essa queda. Em primeiro lugar, dê uma atenção muito especial aos cuidados capilares que utiliza. Privilegie fórmulas de champôs suaves e respeitosas dos cabelos e do couro cabeludo. Prefira penteados livres e soltos em vez de presos e apertados ou tranças que fragilizam a fibra capilar. E, sobretudo, observe mais atentamente a composição de sua alimentação. As vitaminas e minerais têm um papel essencial no ciclo capilar normal, particularmente na renovação das células matriciais do bulbo folicular que têm um ritmo de divisão rápido. Devem chegar em quantidade suficiente até o couro cabeludo para nutrir bem e encorajar corretamente o crescimento do cabelo. Na mudança de estação, para prevenir a queda sazonal de cabelo, os complementos alimentares à base de vitaminas B, de aminoácidos sulfurados, de zinco, de ferro e de selénio podem constituir uma boa opção terapêutica adicional.