Quais são as causas da caspa?

A caspa é uma disfunção comum do couro cabeludo. É muito fácil de identificar: São pequenas escamas ou células mortas de cor esbranquiçada, acinzentada ou amarelada na superfície do couro cabeludo. Às vezes pode vir acompanhada de coceira e irritação. Sua presença tem múltiplas causas, provocadas por mecanismos variados e complexos.

Diferentes mecanismos identificados

A caspa é, simplesmente, o resultado de uma renovação celular acelerada renovação das células epidérmicas costuma durar de 21 a 28 dias, mas no caso da caspa esse intervalo é menor, podendo ser reduzido para entre 5 e 14 dias(1). Por esse motivo, as células não têm tempo para serem eliminadas de forma regular da superfície vão se acumulando, formando aglomerados de escamas (conjuntos de células epidérmicas mortas), também conhecidos como “caspa”.
Essa aceleração da renovação celular é consequência de um problema no couro cabeludo, provocado por numerosos mecanismos.

Um defeito ou um excesso na secreção de sebo pelas glândulas sebáceas(3)

Quando é produzido em quantidades normais, o sebo desempenha um papel primordial na hidratação da pele e do couro cabeludo, mas também um papel de defensor contra as agressões externas. Se for produzido em quantidades muito pequenas, causa ressecamento cutâneo. E quando é produzido em excesso, favorece o crescimento de uma levedura do gênero Malassezia envolvida na formação da caspa.

Uma proliferação de leveduras do gênero Malassezia

As leveduras do gênero Malassezia estão presentes de forma natural na superfície do couro cabeludo. Porém, no caso específico da caspa, proliferam em excesso. São lipófilas, ou seja, alimentam-se de nutrientes lipófilos. Os lipídios presentes no sebo são uma excelente fonte de alimentos para elas. Quanto mais se alimentam, mais se desenvolvem e podem causar inflamação e irritação, causando a consequente descamação.

Uma sensibilidade individual do couro cabeludo

Não é possível explicar por que algumas pessoas com o couro cabeludo gorduroso ou seco desenvolvem caspa, e outras pessoas não desenvolvem. Trata-se de uma diferença e de uma sensibilidade próprias de cada indivíduo, ou seja, uma predisposição para desenvolver caspa que, por um capricho da natureza, não é possível reverter.

Como vimos, existem inúmeras causas da caspa. O fato de entendermos bem a origem da caspa e onde ela se desenvolve nos permitirá implementar um tratamento adequado, específico e eficaz. Portanto, algumas pessoas são “naturalmente” propensas à caspa, ou seja, possuem uma sensibilidade particular para desenvolver caspa, ao passo que outras apresentam caspa nos cabelos sob influência de diversos fatores. O excesso de trabalho, um estilo de vida desequilibrado, o uso inadequado de produtos cosméticos ou, até mesmo o estresse podem provocar a produção de caspa.

Para compreender com maior precisão o quê causa a caspa, é preciso diferenciar entre a caspa seca e a caspa gordurosa. Em caso de dúvida, o melhor é aconselhar-se com seu(sua) farmacêutico(a) ou médico(a), que poderão dar uma orientação segura sobre o assunto.

Quais são as causas da caspa seca?

A caspa seca é pequena, branca e volátil, e, por isso, além de aparecer nos cabelos, também pode ser a produção de sebo diminui, a película hidrolipídica da superfície do estrato córneo (o revestimento mais externo da pele) é de pior qualidade e a função protetora da barreira lipídica fica comprometida. A alteração dessa barreira provoca uma perda de água no couro cabeludo, causando seu ressecamento. Esse desequilíbrio gera o fenômeno de descamação, e a caspa aparece na superfície.

Quais são as causas da caspa gordurosa?

Por quê tenho caspa se meu couro cabeludo é oleoso? A causa é simplesmente um excesso de produção de sebo por parte das glândulas sebáceas.
O aumento da quantidade de sebo no couro cabeludo favorece o desenvolvimento das leveduras do gênero Malassezia (Malassezia globosa, Malassezia restricta) (2). Essas leveduras se alimentam principalmente de lipídios. Como reação, causam inflamação, irritação e uma descamação no couro cabeludo. A caspa gordurosa coça mais do que a caspa seca porque o couro cabeludo fica mais inflamado.

Compreender as causas da caspa nos permitirá implementar um tratamento sintomático adaptado para eliminá-la. Contudo, infelizmente, até hoje não existe nenhum tratamento que permita curar definitivamente a caspa e evitar que volte a aparecer. Por isso, é importante identificar os fatores externos que podem manter o processo e gerar a caspa (como o uso de xampus inadequados, estresse...).

(1) https://dermato-info.fr/, sociedad francesa de dermatología
(2) The Society for Investigative Dermatology, Malassezia globosa and restricta: Breakthrough Understanding of the Etiology and Treatment of Dandruff and Seborrheic Dermatitis through Whole-Genome Analysis, Thomas L. Dawson Jr 1, 2007
(3) J. Cosmet Dermatol. 2020; 00: 1-7. Biophysical characteristics of dandruff-affected scalp categorized on the basis of sebum levels. Ji-Seon Eoon PhD, Jiyong Shim MS, Jun-Man Lim MS, Sun Gyoo Park MS