A dermatite seborreica

A dermatite seborreica, também conhecida como seborreia, uma doença comum da pele e couro cabeludo que se manifesta placas cobertas por uma caspa branca ou amarelada nas regiões onde a pele e o couro cabeludo são mais espessos. É uma doença benigna, sem gravidade, mas que pode ser incômoda, perceptível e afetar consideravelmente a qualidade de vida da pessoa afetada.

A finalidade desta informação temática é responder perguntas que possam surgir sobre a dermatite seborreica, seu reconhecimento, como combate la no dia a dia, e saber como conviver com ela.

O que é dermatite seborreica?

O quê é dermatite seborreica?
E uma dermatose inflamatória crônica que pode afetar a pele, couro cabeludo ou ambos. Manifesta-se pela presença de placas eritematosas mal delimitadas cobertas por pequenas escamas mais ou menos gordurosas e não aderentes. No couro cabeludo, caracteriza-se por uma coceira intensaque pode ser acompanhada por uma sensação de queimação. As lesões formam-se nas regiões gordurosas da peleonde há maior secreção de sebum, como o couro cabeludo, dobra entre o nariz e as bochechas, sobrancelhas e espaço entre elas, no tronco.

As manifestações visíveis dessa doença são suficientes para que o médico estabeleça o diagnóstico. Na verdade, certas lesões podem assemelhar-se às da psoríase, o que dificulta estabelecer a diferenciação entre as duas doenças.


Quando couro cabeludo é afetado, as escamas podem confundir-se com uma forma de caspa.

No caso dos lactentes, essa dermatite é chamada de crosta láctea na maioria dos casos ocorre antes dos três meses de vida. Nos lactentes, recomenda-se o uso de produtos específicos adaptados para tratar crosta láctea.

A dermatite seborreica não é uma doença grave e, por tanto, não causa nenhuma complicação Por outro lado, pode causar incômodo do ponto de vista estético. Em alguns pacientes, a doença pode afetar consideravelmente a qualidade de vida, por ser uma doença perceptível e recorrente.

É uma patologia não contagiosa que evolui por meio de erupções, e que pode durar vários anos. É uma doença frequente que afeta principalmente adolescentes e adultos, com uma incidência de até 3%, na população francesa.

Quais são as causas da dermatite seborreica?

Até o momento a ciência ainda não está segura das causas da dermatite seborreica.
Mesmo assim, já foram identificados elementos que geram a dermatite seborreica.
  1. o sebum,
  2. que, em excesso, gera a proliferação de uma levedura,
  3. que, por sua vez, provoca uma inflamação.
O sebum está presente de forma natural na superfície pele, nas chamadas regiões gordurosas”. As pessoas com dermatite seborreica produzem um excesso de sebum, o que causa a proliferação anormal de uma levadura, presente de forma natural na da pele, denominada Malassezia. Ao desencadear uma reação inflamatória específica, esta levedura causa o aparecimento de placas vermelhas na pele, causando vermelhidão e uma renovação acelerada das células do couro cabeludo da pele, gerando pequenas escamas brancas ou amareladas na superfície.

A dermatite seborreica pode ser acentuada por diferentes fatores:
  • Condições meteorológicas: umidade e frio, período de inverno, transpiração...
  • Consumo de álcool e tabaco
  • Episódios de estresse e cansaço
  •  …

Como tratar a dermatite seborreica?

No momento, não existe nenhuma terapia que cure definitivamente a dermatite seborreica.
No entanto, podese agir de maneira eficaz contra os sintomas e espaçar ao máximo as recorrências.

Para tratar a dermatite seborreica, recomenda-se usar tratamentos locais em forma de medicamento ou usar produtos dermocosméticos.
Em alguns casos severos, o médico pode recorrer a tratamentos por via oral, o que já é um caso excepcional.

O tratamento é eficaz mas sintomático. Portanto, os sintomas podem reaparecer caso haja nova ocorrência ou se o tratamento for interrompido antes de tempo prescrito. O tratamento baseia-se na redução da seborreia e da colonização da levedura do gênero Malassezia, e consequentemente uma redução da inflamação, desde os primeiros sinais.

O tratamento proposto pode variar conforme a região afetada e conforme a evolução da doença.

Como conviver com a dermatite seborreica no dia a dia?

Na prática, a aplicação de algumas regras básicas para a vida diária pode ajudar a combater a dermatite seborreica e evitar ou retardar o surgimento de um novo surto, limitando ao máximo os fatores coadjuvantes:
  •  Manter uma boa higiene da pele e do couro cabeludo utilizando produtos dermocosméticos específicos para esta patologia, adaptados e delicados
  •  Secar a pele com toques, sem raspar a toalha, para limpar e evitar arranhar as lesões, na medida do possível, para não aumentar a irritação e não reativar o círculo inflamatório
  •  Prestar especial atenção à pele, em caso de cansaço e excesso de trabalho 
  • Seguir uma dieta saudável e equilibrada
  •  Reduzir o consumo de álcool e tabaco, ao máximo
  •  Aproveitar os benefícios do sol, mas com as devidas proteções
O tratamento sintomático da dermatite seborreica é muito eficaz. Em caso de dúvida ou dificuldade na hora de seguir o tratamento, consulte sempre seu(sua) dermatologista, médico(a) de família ou farmacêutico(a) para encontrarem juntos as melhores soluções.

Nossas rotinas de cuidado

 
Minha rotina anti-caspa DS

Ação contra placas de caspa oleosa com vermelhidão e coceira

Teste esta rotina Minha rotina anti-caspa DS > Ver a minha rotina
Ver todas as rotinas de cuidados