Comichão ou prurido da pele

Prurido é o termo científico usado pelos médicos para se referir à comichão. A definição de prurido é bastante simples, é a sensação desagradável que leva à necessidade de coçar. É um reflexo universal, fisiológico e inconsciente. Quando a sensação de prurido se torna muito intensa e desconfortável no dia-a-dia, algo está errado. Escrito por profissionais de saúde, este artigo sobre o prurido destina-se a ajudar pessoas com comichão na pele ou com um couro cabeludo com comichão. O nosso objetivo? Uma melhor compreensão e uma melhor gestão da sua comichão.

O que causa prurido

A sensação de prurido é um fenómeno extremamente comum, afetando entre 13% e 30% da população (1).  A sensação de prurido afeta todos: bebés, crianças, adultos, idosos, homens, mulheres, grávidas ou mães que amamentam.  O prurido pode ser concentrado numa ou mais partes do corpo, ou pode ser generalizado. 

O prurido é uma sensação comum, mas complexa. Muitas pessoas pensam que é uma libertação simples da histamina quando na verdade o prurido envolve muitas estruturas, fibras nervosas e moléculas biológicas como citocinas ou neurotransmissores. Não há um único tipo de prurido, há muitos. 

"Porque sentimos necessidade de coçar? " Esta é muitas vezes uma pergunta difícil de responder. As causas do prurido e da comichão são extremamente variáveis de um indivíduo para outro. 

As sensações de comichão na pele de origem dermatológica são as mais conhecidas e fáceis de entender porque são acompanhadas por lesões cutâneas, como placas ou manchas. São precisamente estas lesões cutâneas que causam este tipo de prurido. Entre as principais dermatoses prurióticas, podemos verificar o eczema , psoríase , dermatite seborreica  e até mesmo sarna, varicela, picadas de insetos e plantas, queimaduras solares, etc. 

A comichão no corpo também pode resultar de causas não dermatológicas, e é aqui que tudo fica mais complicado. Neste caso, o prurido não está associado a uma ou mais lesões cutâneas que possam explicá-lo. Trata-se de pruritus sine materia, ou seja, prurido sem manchas ou placas. As fontes de pruritus sine materia são variadas: doenças renais ou hepáticas, doenças endócrinas, cancros, medicamentos, gravidez, doenças neurológicas, doenças psiquiátricas, etc. 

A idade avançada é também uma causa de prurido por si só. Muitos idosos são afetados por prurido senil, em casa ou numa instituição. A sua angústia perante a comichão não deve ser negligenciada: a família, os amigos e o pessoal médico devem estar atentos aos idosos e às suas necessidades. 

Os tratamentos oncológicos são outra causa possível de prurido. A comichão relacionada com os tratamentos oncológicos  pode ser intensa. Pode afetar a pele, bem como o couro cabeludo, e acompanhar qualquer tipo de tratamento: quimioterapia, radioterapia, terapia direcionada ou imunoterapia. 

Finalmente, muitos parâmetros ambientais podem acentuar o prurido: água de alto teor em minerais, condições climáticas, transpiração, fricção, uso de cosméticos inadequados, stress, etc. 

Como é que deteta o prurido?

Se sentir comichão na pele ou no couro cabeludo, recomendamos que consulte um profissional médico para identificar a causa da comichão. Os médicos gerais ou especialistas estão lá para ajudar os doentes que sofrem de prurido. Realizam exames completos da pele, com o intuito de procurar de lesões cutâneas que possam explicar a comichão ou que resultem do ato de coçar. Questionam o doente cuidadosamente, procurando fatores que possam estar a contribuir para o prurido. Em alguns casos, vão solicitar testes adicionais para determinar a causa da comichão. 
 
O impacto psicológico e social do prurido também deve ser tido em conta. Na verdade, a comichão da pele e do couro cabeludo é uma fonte de ansiedade, insónia e até mesmo depressão.  A comichão no rosto pode levar a lesões visíveis da pele e danificar a autoimagem. Coçar em público é bastante incómodo, por isso as pessoas que sofrem de comichão retêm-se (e depois, por vezes, coçam-se violentamente em privado) e isolam-se.

Como curar o prurido

Uma vez identificada a origem da comichão, podem ser oferecidas soluções ao doente a sofrer com prurido . Curar completamente o prurido é por vezes difícil, especialmente quando a causa do prurido é uma doença crónica. Por outro lado, é possível aliviar a comichão e assim recuperar uma vida mais serena. 

Os doentes com comichão na pele que se automedicam muitas vezes recorrem a anti-histamínicos para combater a comichão. Infelizmente, nem sempre são eficazes. É melhor consultar um médico para receber o tratamento adequado e personalizado. 

A gestão do prurido de origem dermatológica é relativamente simples, uma vez que se trata a dermatose em questão. Por exemplo, o eczema é tratado com cremes de cortisona e emolientes. 

A gestão do prurido não-dermatológico é mais complexo e depende da doença que causa o prurido. Por exemplo, no caso do prurido devido a uma doença hepática designamos de colestase. Fazer um tratamento oral específico pode melhorar os parâmetros biológicos do fígado, assim como melhorar o prurido. 

Ao mesmo tempo, a pessoa que sofre de prurido deve adaptar as suas rotinas diárias de higiene e cuidados para aliviar a sua pele. São recomendados duches rápidos e suaves com um sabonete gordo ou óleo de limpeza calmante, sem perfume. Também é recomendada a lavagem de cabelos com champô enriquecido com ingredientes ativos anti-prurido. Secar a pele e o cabelo deverá ser da forma mais suave possível. Aplicar um creme anti-prurido com propriedades hidratantes e relaxantes na pele uma ou várias vezes ao dia também é uma boa prática. Coloque o frasco do creme num local fresco para garantir uma sensação de frescura ou mantenha o frasco na sua mesa de cabeceira para aliviar rapidamente a comichão noturna. 

Também é aconselhável implementar diariamente soluções anti-stress, como meditação, yoga ou respiração coerente.
 
(1)  The epidemiology of itch: Adding to the Burden of Skin Morbidity. F. Dalgard, E; Weisshaar. Acta Derm Venerol 2009; 89:339-350

Nossas rotinas de cuidado

 
A minha rotina de cuidados de corpo calmante

Ação contra a sensação de prurido

Teste esta rotina A minha rotina de cuidados de corpo calmante > Ver a minha rotina

 
A minha rotina calmante do couro cabeludo

Ação no prurido do couro cabeludo.

Teste esta rotina A minha rotina calmante do couro cabeludo > Ver a minha rotina
Ver todas as rotinas de cuidados