Alternativas ao tratamento da caspa

A caspa afeta muitos adultos – estima-se que praticamente uma em cada duas pessoas tenha caspa em algum momento da sua vida. Apesar de totalmente benigna, pode tornar-se inestética e, por isso, afetar seriamente a qualidade de vida no dia a dia. Há várias formas de acabar com a caspa, incluindo tratamentos e remédios naturais.

Caspa: o que deve fazer?

Caspa é a designação dada às pequenas escamas secas ou oleosas (fragmentos de células mortas) que podem encontrar-se no cabelo, na barba e nas sobrancelhas. É provocada por uma aceleração da renovação celular resultante de inúmeros fatores.

A caspa causa ansiedade em algumas pessoas, levanta dúvidas a outras, mas o que é que podemos realmente fazer?
Acima de tudo, não hesite em consultar ou pedir conselho ao seu médico ou farmacêutico. A caspa é um fenómeno bem conhecido dos profissionais de saúde, poderão dizer-lhe o que deve fazer se tiver caspa.

Se tem caspa , deve começar por a tratar com um champô formulado para o tipo de caspa em questão, o qual irá atuar sobre todas as suas causas, e posteriormente alternar a utilização desse champô com um champô suave. Nas farmácias encontrará imensos tratamentos para o cabelo com eficácia comprovada no combate à caspa.

Quem é afetado por caspa?

A caspa afeta adolescentes e adultos. É mais comum nos homens, embora não haja dados oficiais.
Infelizmente, a caspa pode desenvolver-se em quaisquer tipos de cabelo.
Certos tipos de couro cabeludo (couro cabeludo seco, cabelo crespo ) têm uma maior propensão para desenvolver caspa seca.
Ao contrário, o couro cabeludo oleoso é mais propenso a desenvolver caspa oleosa sob a influência de determinados fatores.

A procura de remédios naturais

Como sociedade, estamos cada vez mais interessados em encontrar soluções naturais. Os consumidores atuais querem usar produtos naturais e ecológicos na pele e no cabelo.

É possível eliminar a caspa naturalmente e utilizar alternativas aos tratamentos, mas estes remédios mais naturais não devem sobrepor-se às recomendações do seu médico ou farmacêutico. Não hesite em partilhar as suas preocupações com esses profissionais, para que possam ajudar a encontrar uma solução mais alinhada com as suas convicções e os seus desejos.

Remédios caseiros

Há várias soluções naturais, muitas das quais são inspiradas em remédios caseiros. Embora estes ingredientes sejam agora de uso corrente, nem sempre a sua eficácia está cientificamente comprovada.
  • O bicarbonato de sódio é muitas vezes referido pela sua capacidade de eliminação de impurezas quando misturado com o champô, mas o efeito será provavelmente temporário, pois o bicarbonato de sódio não atuará sobre as restantes causas da caspa.
  • A argila verde é usada como máscara para combater a caspa devido às suas propriedades seborreguladoras. Portanto, pode ser útil para resolver a caspa oleosa, mas não pode ser usada como tratamento diário da caspa porque é particularmente demorado e obriga ainda a um enxaguamento prolongado para eliminar a totalidade do produto.
  • O vinagre de cidra é também frequentemente mencionado na internet; supostamente, a sua acidez equilibra o pH do couro cabeludo e restaura o equilíbrio do microbioma cutâneo. Este efeito não durará muito tempo, pois a alteração do pH é sempre temporária.
Há toda uma panóplia de ingredientes naturais recomendados em websites e blogues acessíveis a toda a gente. Não há qualquer razão para não experimentar soluções alternativas, mas tenha cuidado com promessas revolucionárias e não se esqueça: natural não significa necessariamente seguro. É por isso que deve sempre pedir conselho ao seu médico ou farmacêutico.

Plantas para o cabelo

As plantas são bem conhecidas pelos seus efeitos benéficos. De facto, há muitos ingredientes de origem vegetal utilizados nos champôs de tratamento disponíveis em farmácias.

Podem também ser usados óleos essenciais para combater a caspa . São extratos ultraconcentrados de plantas aromáticas, alguns dos quais têm propriedades interessantes e benéficas para pessoas com caspa seca ou oleosa.

No entanto, tenha cuidado, pois a aromaterapia é uma ciência por direito próprio. Deverá consultar um naturopata ou um farmacêutico com conhecimento especializado nesse campo antes de utilizar um óleo essencial. Nem todos os óleos essenciais são benéficos, alguns podem mesmo ter um efeito contraproducente por, por exemplo, irritarem o couro cabeludo.

Pontos para lembrar

Há imensas soluções! Há alguma coisa para toda a gente, independentemente de preferir tratamentos convencionais, remédios mais naturais ou mesmo produtos de origem vegetal. Mas, para que sejam eficazes, deve respeitar as recomendações e condições de aplicação do tratamento.

Nossas rotinas de cuidado

 
A minha rotina anticaspa seca

Ação sobre a caspa não pegajosa: efeito "pó branco" sobre os ombros

Teste esta rotina A minha rotina anticaspa seca > Ver a minha rotina

 
A minha rotina anticaspa oleosa

Ação sobre caspa pegajosa e couro cabeludo oleoso

Teste esta rotina A minha rotina anticaspa oleosa > Ver a minha rotina
Ver todas as rotinas de cuidados